Um dos assuntos que mais demanda discussões, análises e consequentemente investimentos na indústria de Ciências da Vida é o combate à contaminação nos mais diversos processos que a fabricação de um determinado medicamento ou dispositivo demanda.

Por exemplo, de todas as etapas que representam riscos para o processo asséptico, a transferência de materiais de um equipamento, ou estação, para outra, mesmo com mínima interferência humana, é sempre a mais crítica. Neste cenário, o processamento de componentes como batoques e êmbolos, é um destes processos críticos. Afinal,para estarem prontos para uso necessitam de 5 fases: lavagem, siliconização, esterilização, secagem e resfriamento.

No processo tradicional utiliza-se mais de um equipamento para chegar ao produto final, pronto e disponível para aplicação no processo industrial. Porém esta sequência de transferência, como mencionamos acima, acrescenta a possibilidade da contaminação dos itens, o que inevitavelmente levaria a gastos desnecessários quando não causando impactos diretos no faturamento da empresa.

Como minimizar os riscos de contaminação

Com o objetivo de reduzir os riscos de contaminação, engenheiros e projetistas desenvolveram um equipamento no qual o processo é realizado integralmente em um único equipamento sem qualquer intervenção do operador. Isso sem mencionar o fato de que o descarregamento do tambor poder ser realizado através de válvulas especialmente desenvolvidas para evitar a contaminação, diretamente para sua envasadora ou ensacadora se a sua empresa for uma fornecedora deste tipo de produto.

Os mais céticos argumentarão que este tipo de processamento aumenta o risco de “clogs” ou seja, componentes que se aglutinam (ficam grudados entre si) fazendo com que as áreas de contato entre estes não sejam completamente processadas, porém novas tecnologias e técnicas foram aplicadas para que este problema não ocorra, resultando em um processo 100% validável.

A solução da ATEC, representada da ABH, apresenta diversas vantagens, com destaque para os seguintes pontos:

  • Processo implantado em diversas empresas ao redor do mundo com grande destaque;

  • Processo de secagem eficaz com baixa umidade residual;

  • Manuseio seguro e eficiente;

  • Mínima intervenção humana;

  • Grande capacidade de carga.

  • Entre outros mais.

 

 

Entre em contato agora mesmo e saiba mais sobre o sistema de processamento de batoques para sua empresa, clicando aqui.